A Síndrome

Tudo o que se sabe é que a criança ligava a televisão todos os dias de manhã.

Luisinho lançou sobre as costas a toalha de banho azul, segurou-lhe as pontas e subiu no parapeito da janela do 23º andar. Embora as grades, as pessoas dos prédios em frente, – as primeiras a vê-lo lá em cima -, ficaram desesperadas. A mãe, cuja insônia já desenhara no rosto linhas que ela alegremente dispensaria, dormia sob o efeito de um barbitúrico de última geração. Hoje não era dia de faxina. E a avó de Luisinho saíra cedo para transferir do inss para a sua conta o benefício do mês.

As pessoas gritavam, pediam para o menino descer da janela, choravam, e já muitas estavam ao telefone, a ligar inclusive para a casa de Luisinho. Não podiam imaginar que, esquecida que a avó do menino não estaria em casa pela manhã, a mãe, na ânsia de algumas horas a mais de sono, colocara a campainha do telefone no “mínimo”.

Luisinho, de pé sobre o parapeito, tendo a frente apenas as grades de alumínio a conter-lhe a queda, parecia alheio a tudo. Levantava os braços a imitar os heróis preferidos e abria a capa-toalha como se a qualquer momento pudesse, finalmente, lançar-se ao vôo não menos heróico que a imaginação infantil parecia recomendar-lhe.

Durante meia hora olhava-se para ele e via-se o filho, o sobrinho, o neto, o irmão mais novo, – via-se o ente querido por um fio.

De repente,… Luisinho parecia ter-se dado conta do obstáculo que a grade representava e, em sua inocência, ora a agarrava sacudindo-a, ora empurrava-a espremendo o corpo contra ela.

Já havia pessoas socando a porta do apartamento, tocando a campainha, chamando pelo interfone, mas Luisinho não se desviava da rota da sua imaginação. Não haveria turbulência em seu vôo de super-herói. Sua mãe finalmente dormia o tal sono dos anjos com o qual tanto sonhara.

Só a televisão continuava ligada.

ju rigoni (Anos 90)

Foto obtida em http://info.abril.com.br/dicas/telas/260_tomada2.jpg

Visite também  Fundo de Mim IIDormentesMedo de Avião.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: